Terapia de grupo entre escritores

 

“The first task of the man who wants to be a poet is to study his own awareness of himself.” ( Arthur Rimbaud)

Parecia uma sessão de terapia grupal na qual cada um dividia suas experiências. Todos tinham o mesmo começo, e depois e certo reconhecimento, tornam-se verdadeiros homicidas. Todos mataram seus blogues. Assim disseram os escritores João Paulo Cuenca e Daniel Galera. Todos réus confessos.

Mas a culpa é do livro e da falta de tempo para pensamentos picados. Todos eles decidiram desenvolver sua prosa nos livros; não mais os blogues. Talvez seja uma evolução geral. Eu mesmo estou prestes a matar o meu. Mas ainda ele tem fôlego para as idéias subsistentes. Capenga, claudica, mas ainda existe.

E quantas experiências temos divido. Parece até que participávamos das mesmas reuniões via web, compartilhando impressões e medos inicias.

Foi um bate-papo interessante, conhecer esses autores jovens que, como eu, tiveram a nascente na internet e seus afluentes tornam um rio caudaloso de experiências diversas. Dois autores e dois estilos. Mas o que parecia uma divergência de valores, mais se parecia como uma comunhão de idéias. Foi bom saber que eles trocavam matérias entre si- idéia que quero partilhar com meus amigos escritores mais próximos-, que um lê o outro, que opina, que se enchem de um altruísmo literário, fugindo dos estereótipos comuns de egos inflados pela bajulação dos círculos das castas literários. Tudo se amenizava nas posturas centradas; as os dedos entrelaçados e uma atmosfera quase minimalista entre os escritores; um bate-papo despretensioso quase entre amigos, não fossem as intervenções dos internautas e da platéia. Eu mesmo fui ao microfone falar de minha experiência. – Hey, também sou escritor e me sinto um de vocês! E assim me senti durante todo o debate, sempre meneando a cabeça num constate confirmar de minha empatia com os jovens escritores.

Deles, apenas conhecia Cuenca por conta de um blog coletivo promovido pela Revista BRAVO. Confesso que mandei duas intervenções para compor a estória, mas nada de ter meu twitter divulgado. Talvez seja porque mandei um twitter para ele informando que existia um erro no emprego do porque.Mesmo assim, nada recebi. No entanto, isso não fez que eu deixasse de segui-lo. E ontem ficou mais claro o porquê de não fazê-lo

Confesso que ainda não havia lido nada desses escritores. Só agora estou tendo vistas dos livros de Galera, Dentes Guardados, que estou começando a ler.

Agora relembro dos ensinamentos da professora Francine Prose sobre os grandes escritores. Todos têm seus caderninhos de anotações. Somos todos crianças pequenas a anotar tudo que se aprende, que nos cerca; mesmo que seja um pensamento perdido. Mas ele existe mesmo. O meu é igual ao do Galera, um Moleskine, o mesmo de Ernest Hemingway;  a mesma vigilância para com a frugalidade da vida. E na mais me acho um louco quando paro para anotar uma idéia dentro do carro, depois de um sonho, depois de uma trepada, de um vinho , de uma noitada ou mesmo de estranha sensação de vazio. Tudo vai para a anotação da memória.

O debate girava em torno da Vanguarda na Internet. E o que parecia uma ameaça para a literatura com todas as implicaturas da tecnologia da rapidez do pensamento, ainda exista- e segundo os autores, existirá- espaço para o pensamento demorado; da linha extensa, mais extensa do que 140 caracteres; do cheiro do livro; do prazer de folhear as páginas numa contumácia prazerosa. Ainda haverá tempo para tertúlias- como dizia Cuenca achando-se ainda antiquado- e para as manifestações da prosa, da poesia impressa na página de um livro físico ou metafísico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s